Melhores de 2014

em 22 de jan de 2015
Eae!!! Tudo bem???

Alguns de vocês já conhece esse post, pois o mesmo foi postado originalmente no blog Realidade Caótica, na onde sou colunista.
Tentei fazer um post que outros livros que gostei e que me marcaram mais não consegui, esses realmente foram os melhores de 2014

Autora: Ka Hancock
Páginas: 329
Editora Arqueiro

Quando me fazem a pergunta: Qual o livro que mais te marcou? Muitos vem a cabeça, mas sempre de cara lembro desse, um livro que me tomou por inteira, chorei, sofri juntos com os personagens, não tenho palavras para definir "Dançando sobre cacos de vidro" ♥♥♥



Autora: Jessica Brockmole
Páginas: 255
Editora Arqueiro

Logo quando a Arqueiro lançou esse livro e as resenhas começam a aparecer, eu tinha uma certa curiosidade, mas nada tão forte, mas foi depois de o Rê ler e falar tão bem resolvi dar uma chance e meu...Querida Sue se tornou importante, de uma forma que só eu sei.


Autor: Naoki Higashida
Páginas: 190
Editora Intrínseca

Esse foi o penúltimo livro lido em 2014, foi presente do Rê, mas outra indicação dele, enrolei para pegar, nunca consegui colocar encaixar ele na minha leitura, mais quando enfim terminei as leituras das editoras parceiras do meu blog, consegui ler e foi amor do início ao final. O que me faz pular, fala de autismo e eu tenho um primo com autismo leve, então já imagine o quanto mexeu comigo, chorei muito. O livro é de uma inocência enorme, ao término da leitura fiquei olhando pro livro sem reação. Amei, favorito!! ♥♥♥

Autora: R. J. Palacio
Páginas: 318
Editora Intrínseca

Creio que já devem conhecer o livro e pelo que vi ele entrou em muitos tops 5 por ai e sim ele merece entrar, um livro lindo e de lição de vida!






Autora: Kathryn Erskine
Páginas: 224
Editora Valentina

Outro livro sobre autismo e o que falar, simplesmente extraordinário. Passarinha foi outro que mexeu comigo, a inocência de Caitlin faz com o livro que tem um tema super forte, se torne um livro doce, leve e comovente. Como não amar. E ele tem o quote que virará minha próxima tattoo ainda esse ano se der: "Livros não são como pessoas. Livros são seguros".



Promoção de Aniversário

em 19 de jan de 2015
  Nós do blog Livros de Cabeceira, junto com vários outros blogs amigos, viemos comemorar o 2º ano do blog Estante da Rob e o 1º ano dos blogs Sacudindo as Palavras, Vamos falar de livros?, Leitora Assídua e Mais um livro na estante \o/\o/\o/

  E todo bom aniversário aniversário tem bolo, doces e é claro PRESENTES! E na nossa comemoração, quem ganha o presente é você! \o/





  Serão 45 livros com muitos mimos para 11 sortudos \o/ E para participar, é super fácil, basta conferir e cumprir as regras abaixo.

O sorteio vai até dia 01/03.



Regras:

  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Cumprir com todas as regras obrigatórias de cada formulário;
  • Fazer um comentário para validar sua participação;
  • Ao final do sorteio, o ganhador de cada kit, deverá responder o e-mail enviado em 48 horas, com seus dados completos. Caso contrário, será feito um outro sorteio;
  • Caso o livro retorne ao remetente por causa de endereço incompleto ou impossibilidade na entrega, não será refeito outro envio.
  • Cada blog é responsável por enviar o livro que cedeu;
  • Não nos responsabilizamos por danos ou extravios causados pelos Correios;
  • O livro deve ser enviado no prazo de 45 dias úteis a partir do anuncio dos ganhadores;
  • Perfis fakes ou promocionais, serão desclassificados


a Rafflecopter giveaway





a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




a Rafflecopter giveaway




  Desejamos boa sorte a todos! E que a sorte esteja sempre a seu favor!

Minha Opinião: Proibido

em 18 de jan de 2015
Título Original: Forbidden
Autora: Tabitha Suzuma
Páginas: 302
Editora Valentina
Classificação: 5/5
Favorito

Livro lido para Maratona Literária #EuToDeFérias

Maya e Lochan, são irmãos e se veem com a obrigação de cuidar da casa e dos seus irmãos mais novos, pois a mãe não para em casa, vive na casa do namorado e quando esta em casa, esta caindo de bêbada. O pai sabe lá Deus onde esta, arrumou uma nova família e os esqueceu. E assim eles vão levando, assumindo responsabilidades que deveria ser de seus pais. 
Maya tem 16 anos, é uma garota adorável, doce e sensível, muito madura para a idade dela. Lochan ta com um pé nos 18 anos, é generoso, esperto e responsável. Por  toda essa responsabilidade , ele é quieto, não se enturma , não conversa, tem pânico de falar e participar das coisas em sala de aula, a única pessoa com quem ele consegue ser ele mesmo é com Maya. Para eles, não são somente irmão e irmã, são muitos mais que isso.
Não somos doentios. Somos apenas um irmão e uma irmã que por acaso também são os melhores amigos um do outro. É assim que sempre foi entre nós dois. Não posso perder isso, ou não vou sobreviver.
Proibido é um livro que vi muita gente falar nas redes, porém nunca fui atras para saber do que se tratava, até que vi a Dessa do blog Livros e chocolate quente comentar algo e fui atras, logo quando vi que se tratava de incesto, surtei, amo livros com esses temas, só esperei as promoções de fim de ano e comprei.

Ao iniciar a leitura logo percebi que o livro era de escrita simples e cativante, mas também percebi o quanto seria tenso, doloroso, polêmico e que me faria refletir. Na verdade o livro foi um misto de sentimentos, sentia repulsa, mas logo queria que os dois ficassem juntos, mas logo depois achava errado e assim foi o tempo todo.

O foco central lógico é o incesto,  mas também vi que a autora focou na irresponsabilidade de uma mãe. Engravidar para agradar marido, que logico não dará certo. Logo depois arrumar um namorado mais novo e viver correndo atras e para afogar as magoas, se acabar em bebidas e esquecer que tem filhos para cuidar. Os momentos que ela aparecia na história me dava um nervoso tão grande, não aceitava o modo como ela largava as crianças, não Maya e Lochan que são maiores e sabem se virar, mas sim os pequenos Tiffin (9) e Willa (5) que eram super dependentes e ainda tinha o Kit (13) que ao ver o caos que se encontrava a família, se tornou um adolescente revoltado. Ficava me perguntando porque Deus dá o dom da maternidade pra uma vaca dessas? E se formos parar pra pensar existem tantas mães assim. Mas enfim, vocês querem saber do foco central do livro, então bora lá!!!
São eles que estão errados. - repete - Porque eles não entendem, Não me importo se por acaso você é meu irmão biológico. Eu nunca vi você apenas como um irmão. Você sempre foi meu melhor amigo, minha alma gêmea, e agora eu me apaixonei por você também, Porque isso é um crime? Quero poder te abraçar, te beijar e... fazer todas coisas que os apaixonados tem direito de fazer. - Respira fundo. - Quero passar o resto da minha vida com você.
Os capítulos do livros são intercalados entre Maya e Lochan, são narrados em primeira pessoa e é palpável a luta interna dos dois, aquela luta de não saber se aquilo que eles sentem é amor de verdade, aquela confusão, aquele medo. E é assim até do dia "H" onde eles descobrem o verdadeiro sentimento de um pelo o outro, mas quem disse que ficara mais fácil? É ai que piora 100%, essa luta aumenta, para Maya o romance esta no ar, ela sabe que é proibido, que é errado, mas ela quer tentar, sempre arruma um jeito, um pretexto de ficarem juntos. Para Lochan é pior, pois ele tem consciência do quanto é errado, tentar evitar, tenta se segurar e o pior ele é quase de maior e se alguém os pegar no flagra, ele será o errado.

é tudo muito forte, senti agonia, chorei, sorri, queria entrar no livro e abraçar, dar meu ombro para eles chorarem. Torci por eles, confesso! Mas ao mesmo tempo eu acusava. É um livro arrasador, perturbador, é de uma carga emocional tão grande que você tem que estar preparado para aguentar.
- Não há leis nem limites para sentimentos.
E o final? Que final, juro que li e reli o final querendo que mudasse. Mas não, tinha que ser aquele, Lochan não seria ele mesmo, se não fizesse aquilo.

Nem precisa dizer o quanto amei o livro, posso falar e falar e nunca vou falar tudo o que senti, só quem leu entende. Um livro que recomendo a todos. Um livro que questiona nossos princípios, regras e sociedade.
- Nesse momento, a única coisa que eu sei é que te amo - digo em meu desespero contido, as palavras se derramando por conta própria. - Eu te amo muito mais do que como um irmão. Eu te amo... de todas as formas possíveis e imagináveis.

Minha Opinião: Fangirl

em 16 de jan de 2015
Título Original: Fangirl
Autora: Rainbow Rowell
Páginas: 421
Editora Novo Século 
Classificação: 3/5
Livro lido para Maratona Literária #EuTôDeFérias

Cath é fã da série Simon Snow. Na verdade fã é apelido, a vida dela é voltada para a série. Cath vive relendo a série, escreve até uma fanfic junto com sua irmã gêmea Wren.
Cath e sua irmã estão na faculdade. Enquanto Wren deixou o fandom de lado, sai com amigos, namora e tem "uma vida normal". Cath não consegue desapegar, sua fanfic é seu refúgio, porém ela esta na faculdade agora essa nova realidade parece ser assustadora para Cath, será que ela vai se dar bem?

Todo mundo fala dos livros da Rainbow, que é a escrita é maravilhosa e blá blá blá. Mas tai a escrita é boa sim, mas só. Tomei um verdadeiro banho de água, esperava bem mais. 

O livro em si é bom, a forma juvenil retratada é bem real, o modo de viver em uma faculdade, republica, colega de quarto e etc, achei muito real mesmo. O modo com a história foi intercalando com a fanfic e trechos dos livros é mágico, um liga o outro.

Os personagens são bem elaborados, Cath me irritou pelo medo dela de se enturmar e só querer ficar escrevendo ~~ter vida social de vez em quando é bom~~ Wren é normal, esteve ali só pra completar o elenco. Mas um personagem que me ganhou e sim, levou o livro nas costas, foi Levi. Levi é engraçado, lindo, carismático, amigo, companheiro ~~sim estou apaixonada por ele. Aquele queixo ♥~~ 

Passado momento bajulação. O livro teve seus altos e baixos, em algumas partes foram cansativas, em outras eu devorava as páginas ~~partes do Levi~~. Pensei que seria um livro leve, rápido de ler, mas não, demorei mais do que eu esperava para concluir a leitura. E ao chegar ao final, brochei legal, esperava mais páginas, não acreditei que tinha acabado, aquela sensação de: Rainbow tu publicou o rascunho? 

Desculpa aos fãs do livros e da autora, mais sinceramente, esse meu primeiro contato com o trabalho da autora, não foi satisfatório, vou  ler Eleanor e Park e espero gostar bem mais.

Se eu recomendo o livro? Lógico, o livro é bom, chega até ser fofo, mas comigo não funcionou tão bem, vai que com você, se torne favorito :D

Às vezes, escrever é como descer um morro, seus dedos tocam o teclado do mesmo modo que suas pernas pisam o chão quando não conseguem lutar contra gravidade


Promoção: da hora!!

em 15 de jan de 2015



Tá sentindo que só a estante não é o suficiente para demonstrar o seu amor pelos livros?... Se sim, chegou a hora de parar de se lamentar e tentar a sorte.
São três posters com temática literária acompanhados de vários marcadores de uma única vez!! Não deixe de participar!

Regras:
  • Preencher corretamente o formulário
  • Residir no Brasil
O sorteio começa hoje e vai durar até 15/02.



a Rafflecopter giveaway
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...